Search

A Água que ingerimos / The water we drink

Updated: Jul 3, 2019

Não…não tem a ver com a qualidade química da água, por ser um assunto um tanto complexo, e ainda (infelizmente) um pouco fora do nosso alcance… Comecemos com passos pequenos, fazendo o que é possível HOJE, e não poluindo o ambiente. A natureza tem o poder de se curar, a gente só precisa parar de atrapalhar…


Este texto só surgiu porque decidi compartilhar um pedaço de um diálogo que teve início com um pequeno pedido… rs


Dia de inverno, temperatura amena, agradável:


- Mãe, faz um favor? Pode pegar um copo d’água pra mim, por favor?

- Claro! Disse eu. E dei-lhe um copo com água na temperatura ambiente.

- Ai mãe, esta água está quente! Não podia ser gelada?!


Ela já é grandinha, e por isso pega sua própria água e serve-se a seu gosto, portanto aproveitei a oportunidade para uma explicação educativa, uma das várias, às quais ela já se acostumou… Uma explicação um tanto resumida mas razoavelmente fácil de se entender, que aliás é o meu objetivo.

Fire transforms when in a proper amount, temperature and time. If it's little it's not strong enough to transform anything, if it's too much, it burns and ruins everything... Take care of your fire! O fogo transforma quando em quantidade, temperatura e por tempo adequados. Se é pouco não tem força para transformar nada, se é excessivo, ele queima e destrói tudo... Cuide do seu fogo!

Segundo o Ayurveda, somos todos formados de energias, 3 delas são as mais conhecidas, cada indivíduo com proporções diferentes delas e suas predominâncias diferentes e em quantias distintas, o que nos torna, literalmente, únicos, desde o começo. E essas energias são formadas pelos cinco elementos básicos presentes em tudo neste mundo: espaço, ar, fogo, água e terra.

Hoje pegamos o elemento Fogo, para começar. É ele que basicamente nos permite absorver tudo que ingerimos, sejam alimentos, sejam imagens, sons ou mesmo pensamentos e emoções.. Sim, se você achava que alimento é só aquilo que se come, a gente precisa bater um papinho ;-)

É o fogo que, através do seu calor, transforma tudo que entra em nossos corpos em algo que possamos assimilar e transformar em ‘nosso’. Portanto, é esse mesmo fogo que controla sua digestão, e permite que seu metabolismo seja adequado…ou não.


Voltemos à água e pensemos…


Se o organismo precisa deste calor do fogo para que a digestão aconteça de forma adequada, jogar água gelada não será muito boa ideia, concorda? Além de provocar ‘choque térmico’ interno, resfria justamente o que precisamos que esteja quente para que o nosso metabolismo seja adequado.


Aí você me pergunta:


- Pô, mas e aí? Nunca mais vou poder beber água ou líquidos gelados?

Eu digo: Depende!... Porque tudo depende de como seu corpo funciona…mas, gelado, gelado, nunca é adequado, pense em misturar pelo menos (água em temperatura ambiente com um pouquinho de água gelada, já fica refrescante e mata a sede…)


Pensemos de forma mais lógica porque a intenção aqui é que você comece a se perceber… De uma forma mais geral, se você for uma pessoa que costuma ter muita fome em horários específicos (fome real), percebe que tem uma boa digestão – não tem gases, nem fica empachado, pode significar que tem um bom fogo digestivo, então em dias mais quentes, misturar água gelada com a de temperatura ambiente, quando estiver com sede (não durante as refeições), tá tudo bem; procure beber em goles e não de virada. Por outro lado, se você percebe que não costuma ter boa digestão, algumas medidas devem ser tomadas para melhorar esse fogo digestivo, dentre elas está: procurar sempre beber água em temperatura ambiente, ou mesmo morna, melhor opção para de manhã cedo. Seu corpo, sua voz e sua saúde agradecem!


Bateu curiosidade e quer saber mais?


Entre em contato…

Beijinhos de Luz!

Tati

No…it has nothing to do with the chemical quality of the water, because it is quite a complex subject, and yet (unfortunately) a little out of our reach… Let’s start with small steps, doing what is possible TODAY, and not polluting the environment. Nature has the power to heal itself, we just need to get out of Her way…


This text only came up to existing because I decided to share a little piece of a dialogue that started with a little request…


Winter day, pleasant temperature:


- Mom, can you do me a favor? Can you get me a glass of water, please?

- Sure! I said. And gave her a glass of water, natural water, not cold.

- Mom!! This water is hot! Couldn’t it be cold?!


She is already old enough to get her own water and serve herself at her own taste, so I just took the opportunity for an educational explanation, one of the many, to which she’s already used to… A quite summarized explanation but easy to understand. Understanding, that’s my goal.


According to Ayurveda, we are all formed of energies, 3 are the most known, and each individual has different portions of them, their dominance varies as well as their amount, and that is what makes us, literally, unique, to start with. Those energies are made of the five basic elements present in all there is in this world: space, air, fire, water and earth.

Today, we’ll take the fire element, to begin with. It is fire that basically allows us to absorb everything we ingest, be it food, images, sounds and even thoughts and emotions… Yes, if you thought that food is only what we eat, we need to have a little chat on that ;-)

It is fire through its heat that transforms everything that enters our bodies into something we can assimilate and transform into ‘ours’. Therefore, this is the same fire that controls your digestion, and allows your metabolism to be adequate… or not.


Let’s go back to the water and think…


If the organism needs that fire heat so that our digestion takes place properly, putting cold water on it won’t be such a good idea, do you agree? Besides provoking an internal ‘thermal shock’, it cools down exactly what we need to be hot so that our metabolism works properly.


And so you ask:


- So, what next? Will I never be able to drink cold water or other beverages?

I say: It depends!... Because everything depends on how your body works… but, cold, cold, is never really proper, at least think of mixing it (natural water with a little bit of cold water, it gets refreshing and ends up with thirst…)


Let’s think in a more logical way because the intention here is that you start paying attention to yourself… In a general way, if you are someone who is usually very hungry in specific times (real hunger), has a good digestion – doesn’t have gases, doesn’t get bloating/heavy, it might mean you have a good digestive fire, so in warmer/hotter days, mixing the water in different temperatures, when you’re thirsty (not while eating though), it’s ok; and also try to drink it little by little and not all at once. On the other hand, if you realize that you don’t have such a good digestion, some changes/actions should be taken to improve this digestive fire, among them is: trying to always drink natural water, or even warm, if it’s early in the morning. Your body, your voice, and your health will thank you!


Are you curious and want to know more?


Get in touch, write me…

Little kisses of light!

Tati

20 views

​© 2018 Semeia Vida by Tatiana Lopes.