Youtube video First Cover .png
SemeiaVida-12.png
Search

Ainda pensando sobre os Heróis…/Still thinking about heroes…

Updated: Nov 20


E agora também sobre os vilões.


Esses dias tive acesso à textos com informações sobre um personagem histórico recente da história mundial. Coisas estas que não estão aí correndo soltas para que nós saibamos.


O personagem?

Era Nelson Mandela.

Ele mesmo, ex-presidente Sul africano, que lutou contra o Apartheid. Não vou dizer tudo o que é atribuído a ele porque para isso basta ler alguns livros de história, pesquisar na internet, ou o que for de acordo com o interesse e vontade de cada um.


O que era dito sobre ele?

Que ele não era o herói sobre o qual a maioria de nós estudou na escola ou aprendeu em alguns livros. Dizia que ele fez muitas coisas de caráter ou intenção duvidosa, e dentre elas, que em plena revolução contra um sistema de segregação ele haveria concordado com o uso de violência e por isso, muitas pessoas teriam morrido, inclusive negros.


Ações que eram para libertar pessoas de um sistema segregador, acabaram por ceifar vidas. Um somatório de intenções boas ou ruins (talvez nunca tenhamos acesso ao fato) com resultados bons e ruins. Aliás resultados, nunca temos controle sobre eles… escrevi um pouco sobre isso em outro texto.


Não estou aqui para emitir julgamentos, mas para questionar…

O que exatamente faz um herói? E o que faz um vilão?


Pensa um pouquinho aí…


Quando paramos para pensar nas respostas, em geral vêm estereótipos… acertei?

Os heróis sempre fazem tudo certinho e os vilões são os erros em pessoa… acertei de novo?!


Então…


O problema em tudo isso são os rótulos criados, com interesses específicos muitas vezes.

É fato que ninguém é herói neste mundo, assim como também ninguém é vilão.

Mas será que acreditamos nisso? Que não existem?

Por que então procuramos sempre por estas figuras como se fossem a causa de todo o mal ou o mocinho que nos vai salvar a todos, deste mesmo mal?


Ninguém é 100% bonzinho o tempo todo, da mesma forma que ninguém é 100% ruim o tempo todo. Então por que a gente ainda insiste?

Você, que está lendo (ou me ouvindo) isto neste momento, é bonzinho o tempo todo? Mesmo em pensamento? Seja honesto…

Ou você é ruim o tempo todo? Nenhum pensamento bom? Tem certeza?…

Cada um de nós, humanos, embora muitas vezes não queiramos admitir, bem lá no fundo, sabemos que temos um monte de defeitos, e está tudo bem. Estamos aqui para nos reajustar e aprender com nossos erros, corrigindo-os. Mas então por que alçar pessoas como nós a esse patamar?

Para depois esquecermos de todas os comportamentos bons que fizeram e jogá-los na lama, maldizendo-os, ao saber que fizeram coisas erradas?

Ou o contrário, esquecermos de todo o mal feito porque uma atitude foi boa?

Somos todos os humanos, não há heróis e não há vilões… Isso é o que a mídia, a cultura, ou mesmo nossas imaginações criam, muitas vezes com o objetivo de fugirmos de nossas responsabilidades, mesmo que inconscientemente.

E por sermos humanos, neste mundo, somos imperfeitos, TODOS somos passíveis de acertos e erros, estes que devem SEMPRE ser corrigidos e retificados.


Tá mais do que na hora de percebermos que vilões e heróis só existem nos quadrinhos, filmes e em nossos imaginários imaturos… somos todos heróis ou vilões em algum momento, em alguma situação, o que a gente precisa é admitir isso, de boa. Já é um grande passo para corrigirmos o que precisamos corrigir.

Não precisa ser herói, ser um bom ser humano basta!


Beijinhos de Luz, Tati


Heróis? Vilões? - Heroes? Villains?

And now also about villains.


One of these days I’ve had access to texts with information about a recent historical character of the world’s history. Things that are not all over the place, so we know about it.


The character?

Nelson Mandela.

You got it right, South African ex-president, who fought against Apartheid. I’m not going to say everything that is attributed to him because in order to know all that, all you have to do is to look for some history books, make some online research, or whatever you prefer doing.


What was said about him?

That he wasn’t the hero whom we’ve learned about at school or by reading books. It said that he did many things with questionable intentions, and among them, it’s said that during the ‘revolutionary’ movement against that segregation system he would have agreed with the use of violence and guns and that because of that, many people would have died, black people included.


Actions that were supposed to free people from a segregation system ended up with ‘stealing’ lives. A sum of good or bad intentions (that we might never have access to) with good and bad results. By the way, we never have any control over them… I wrote a little about it in another text.


I’m not here to be judgemental, but to question…

What exactly makes a heroe? And what makes a villain?


Think about it, just a little bit…


When we stop to think about the answers, what comes in general are the stereotypes… am I right?

Heroes always do everything right and villains are the mistakes in person… am I right again?!


So…


The problem in all that are the labels created, with specific intentions most times.

It is a fact that no one is a hero in this world, the same way as no one is villain.

But do we really believe that? That they don’t exist?

So why are always looking for these figures as if they were the cause of all that is bad or the good guy or girl that is going to save us all, from this same evil?


No one is 100% good all the time, the same that no one is 100% bad all the time. So why do we still insist on that?

You, who is reading (or listening) to this right now, are you good all the time?

Even in your thoughts? Be honest…

Or you are bad all the time? Not even one good thought? Are you sure?...

Each one of us, humans, even though usually we don’t want to admit, deep down, we know we have lots flaws, and it’s ok. We’re to readjust and learn with our mistakes, correcting them. But, why then lift people like us to that level?

So later we can forget all the good actions and behaviors that they performed and throw them on the mud, cursing them, for knowing they’ve done something wrong?

Or the contrary, forgetting all the bad and wrong actions for having done one good thing?


We’re all humans, there are no heroes nor villains… This is what the media, culture or even our imagination creates, several times with the goal of fleeing from our responsibilities, even though unconsciously.

And for being humans, in this world, we’re imperfect, ALL of us might do right things or make mistakes, these by the way, should ALWAYS be corrected and rectified .


It’s about time that we realized that villains and heroes only exist in Comic books, movies and our immature imagination… we’re all heroes or villains at a certain moment, situation, that is what we need to admit. It’s already a large step to correct what we need to correct.

There’s no need for being a heroe, just being a good human being is enough!


Little kisses of Light, Tati


7 views

​© 2018 - 2020 Semeia Vida by Tatiana Lopes.