Search

Como saber que é hora de deixar ir?/ How Do You Know It’s Time to Let Go?


Por que padrões persistem?


Os padrões de identificação que nos limitam nem sempre foram limitantes.

Se você cresceu em um ambiente ameaçador, aprender a viver alerta foi adaptação. Se fazer pequeno e ficar quieto te protegeram.

O padrão te protegeu.

Mas a sua vida mudou. Você amadureceu. O mundo em que você vive não é aquele da sua infância. Mas o padrão persiste. Ele não tem nenhuma escolha. Porque o padrão não é auto consciente. Não pode tornar-se consciência e testemunhar a si mesmo. Ele precisa de você para fazer isso.

E enquanto você estiver insconscientemente identificado com o padrão, você não consegue observá-lo.

Padrões não observados continuam gerando pensamentos, discurso, ações, e resultados que estão de em conformidade com as necessidades do padrão. Não às suas necessidades como um todo. Sim, o padrão não pode abranger sua vida como um todo. Seu horizonte consciente é limitado, focado em suas necessidades emocionais.

E, enquanto você não percebe os padrões, o horizonte limitado de consciência vai continuar definindo sua vida. Construir sua capacidade de percepção é a chave que abre a porta da liberdade.

Através da prática de meditação, você constrói a capacidade de observação. Conforme você pratica, percebe como a mente flutua do objeto de meditação… e se gruda novamente nos padrões familiares.

Mas em vez de ficar perdido nesta identificação, você retorna sua atenção para o objeto de meditação. Em vez de permitir que sua mente flutue padrões habituais de pensamento e emoção, você volta a centrar-se gentilmente no objeto de meditação.

O que você está realmente fazendo?

Você está cultivando a capacidade de observar, de testemunhar.

Enquanto sua capacidade de observar se desenvolve, sua identificação com os padrões se afrouxa. A consciência e a energia que haviam sido fragmentadas e gastas abastecendo os padrões é liberada. Neste ‘deixar ir’, você se redescobre como liberdade, como consciência.

Você não um padrão de consciência, você é, fundamentalmente, a própria consciência.!

Com cada meditação, você torna-se mais e mais capaz de observar os padrões e mais e mais capaz de descansar na presença sem padrão.

Então, por que padrões persistem?

Porque eles estão esperando que você os observe e os encha de atenção amorosa.



Why do patterns hold on?


The patterns of identification that limit us weren’t always limiting. They were adaptive.

If you grew up in a threatening environment, learning how to fly under the radar was adaptive. Playing small and keeping quiet protected you.

The pattern protected you.

But your life has changed. You’ve matured. The world you live in is not that of your childhood. But the pattern persists.

It doesn’t have any other choice. Because the pattern is not self-aware. It cannot turn around in consciousness and witness itself. It needs you to do that.

And as long as you are unconsciously identified with the pattern, you can’t witness it.

Unobserved patterns continue to generate thoughts, speech, actions, and results that conform with the needs of the pattern. Not the needs of your life-as-a-whole. Yes, the pattern cannot embrace your life-as-a-whole. Its horizon of awareness is limited, focused on its own emotional needs.

And, as long as you don’t witness patterns—the pattern’s limited horizon of awareness will continue to define your life.

Building your witnessing capacity is the key that opens the door of freedom.

Through the practice of meditation, you build witnessing capacity. As you practice, you observe how the mind drifts from the object of meditation . . . and re-attaches itself to the familiar patterns.

But rather than becoming lost in that identification, you return your attention to the object of meditation.

Rather than allow the mind to drift into habitual patterns of thought and emotion, you re-center gently, gently on the object of meditation.

What are you really doing?

You’re cultivating witnessing capacity.

As your witnessing capacity develops, your identification with patterns releases. The consciousness and energy that has been fragmented and spent fueling the patterns is freed. In that letting go, you re-discover yourself as freedom, as consciousness.

You are not a pattern of consciousness—you are, fundamentally, consciousness itself.

With each meditation, you become more and more capable of witnessing the patterns and more and more able to rest in the un-patterned presence.

So, why do patterns hold on?

Because they are waiting for you to witness and infuse them with loving awareness.

32 views

​© 2018 Semeia Vida by Tatiana Lopes.