Search

E esse medo...?

Resolvi escrever sobre essa energia do medo que está rolando por causa do Corona Vírus...

Gente, não sou médica, mas trabalho indiretamente com saúde e acabo estudando bastante sobre ela. Todos nós sabemos que os casos estão aumentando a cada dia, pois é o que acontece em um mundo globalizado como o nosso. As pessoas se locomovem e viajam a todo instante. Eu até ouso dizer que esse vírus de gripe, já está em todos os lugares, apesar de não haver números em jornais noticiando isso...

É…, a gente não controla a natureza e nem todos os seres que nela existem, isso é mais um lembrete para quem ainda acha que controla...

Vírus, especialmente alguns que provocam as gripes, são seres que costumam ter essa característica de mutabilidade, ou seja, cada vez que pegamos uma gripe, é porque o vírus é novo. Se não fosse um vírus novo não ficaríamos doentes, já que uma vez que o sistema de defesa do nosso corpo entra em contato com um corpo estranho e o combate para proteger-se, cria um arquivo de memória desses agentes estranhos, o que garante uma recuperação bastante eficiente em caso de reincidência.

Em geral, é realmente o nosso corpo que se protege contra os vírus e os mata, e remédios não resolvem o problema (salvo alguns casos), eles só atenuam, ou mesmo camuflam, os sintomas. Sendo assim, o que precisamos mesmo é dar tempo de qualidade e condições para que o corpo se recupere. E para tal, precisamos de descanso, boa nutrição etc, o que nossas avós sabiam muito bem, e que fomos esquecendo à medida em que fomos entrando neste ritmo frenético, louco e adoecedor de vida.

Por que digo ritmo adoecedor de vida?

Atualmente, vivemos em ritmo automático e veloz, onde temos que produzir o tempo todo, temos que nos reiventar o tempo todo, porque se não o fizermos, ou perdemos o emprego, ou deixamos de ser vistos, ou temos a sensação de que perderemos o controle e ficaremos para trás… É como se vivêssemos em constante ameaça! E acredite, é assim que nosso corpo entende os sinais. E por isso, estamos o tempo todo no modo estresse, liberando adrenalina e outras químicas próprias do organismo como se precisássemos fugir de um leão ou atacá-lo para sobreviver.

Se quando ainda éramos homens das cavernas, passássemos por uma situação desta, haveria um enorme estresse, mas no momento em que a situação se resolvesse, haveria o cansaço decorrente do esforço, e também um tempo para o corpo relaxar e voltar para seu estado natural. Bem, hoje isso não acontece, porque é como se tivéssemos que matar um leão a cada minuto…

Qual a consequência disso? Nosso corpo fica exausto! E ao ficar exausto frequentemente, torna-se cronicamente exausto, e aos poucos nossa imunidade e nosso corpo (e mente) deixam de funcionar em estado saudável.

Tendo dito isso gostaria de sugerir algumas coisas…

1) Em vez de disseminarmos medo, devido à expansão e aumento do número de casos de pessoas infectadas pelo Corona Vírus (especialistas já disseram que o potencial letal dele é relativamente baixo, salvo entre os idosos*), procuremos fazer a nossa parte! HIGIENE: lave as mãos constantemente, antes de comer ou colocar as mãos no rosto e na boca, ao chegar da rua; ao espirrar ou tossir cubra o rosto com um lenço, ou com a região do braço para evitar passar a mão em locais públicos e nas outras pessoas – podemos estar contaminados com qualquer coisa e nem sabemos disso… enfim… todas as dicas que já estão rolando por aí e que servem como prevenção CONSTANTE para qualquer tipo de doença contagiosa deste porte.

*A letalidade da gripe provocada pelo Corona Vírus é mais alta, 15%, entre os idosos que normalmente têm a imunidade mais baixa, portanto deve-se sim ter um cuidado maior neste caso. Mas ainda assim, sem pânico, afinal dentro das condições de saúde que alguns podem já ter, o que menos se precisa nessas horas é desse medo e tensão constantes, e que nos roubam a capacidade de discernimento.

2) Se não estivermos nos sentindo bem, mesmo que não seja por doença infecto-contagiosa, deveríamos ficar em casa. Gente cansada e doente não produz de forma adequada, já que não estamos 100%, simples assim!

Aí vem aquele pensamento: ‘fácil falar né? Mas e o meu emprego, como eu faço?’ Está aí uma coisa que precisa começar a ser modificada… Somos pessoas, e se não estamos bem, não produzimos bem, o que quer que seja; precisamos (re)aprender a nos respeitarmos, porque se a gente não se respeita, quem o fará?

E se o mal-estar for realmente provocado por doença infecto-contagiosa, além de precisar se cuidar dando repouso adequado ao corpo, temos mais um motivo para não sair de casa: somos um, contaminando vários, principalmente se não fizermos as dicas do item 1 e se trabalharmos em local fechado, com ar condicionado o dia todo e sem qualquer ventilação ou circulação de ar. Acredite, em termos bem capitalistas, por mais que sejamos necessários em nossas funções, muitas pessoas doentes, trazem um prejuízo muito maior.

E se a vontade de sair mesmo doente ainda existir, porque não queremos deixar as coisas acumularem ou deixá-las para os outros, ou ainda porque precisamos ter a sensação de ter o controle e saber de tudo que está acontecendo, acredite mais uma vez: não perderemos nada cuidando da saúde, e tudo que precisaremos saber, saberemos assim que retornarmos.

3) Espalhe dicas de qualidade de vida, em vez de ficar vendo e espalhando notícias que só mostram números de infectados ou possíveis mortes. Ao estimular o medo, só aumentamos aquele estado de estresse contínuo, do qual falei lá em cima, lembra? O corpo tende a ficar alerta o tempo todo, mais cansado ainda e a imunidade fica ainda mais baixa, ou seja, ainda aumenta as chances de contrair o virus, e do corpo, devido ao seu estado, não conseguir combatê-lo como deveria.

Procure dormir bem, comer adequadamente e de preferência, somente quando tiver fome, esteja com amigos, passeie ao ar livre, pegue sol, brinque com as crianças, leia um bom livro, veja um bom filme, faça coisas saudáveis e que goste durante o tempo de lazer, porque isso tudo faz com o corpo tenha tempo para voltar para o estado relaxado, para sair daquele estado de estresse constante, e a consequência disso é que a imunidade vai aumentando aos pouquinhos, assim como a qualidade de vida, e alegria e vontade de viver.

Estamos cercados por virus, bactérias, fungos e muitos outros seres que nem fazemos ideia. Muitos deles inclusive dentro dos nossos corpos. Por que não ficamos doentes o tempo todo? Porque de alguma forma nossa imunidade tá dando conta… então por que não investir nela?!

Perderemos alguma coisa ao tentar?

Pensando melhor aqui, acho que sim: Perderemos o medo, a ansiedade, as paranóias, as depressões… e muitos outros!

Se achar que vale à pena espalhar essa ideia, fique à vontade para compartilhar!

Um bom dia para todos!!


Se você acende uma vela com sua luz, você não perde sua luz e ainda deixa tudo um pouco mais iluminado!

Espalhe coisa boa, como se fosse confeti!! <3

Beijinhos de Luz,

Tati

52 views

​© 2018 Semeia Vida by Tatiana Lopes.