Search

‘Estou mais esquecida(o)’; ‘Minha memória parece estar falhando’; ‘Sempre esqueço das coisas’...

(English below)

São frases muito, muito comuns de se ouvir, ainda mais atualmente.


Se não prestarmos ATENÇÃO, literalmente, isso vai piorar…


Há uns anos, falava-se muito sobre a capacidade ‘multitasking’ (multi-tarefas) de um indivíduo e do quanto pessoas que têm esta capacidade podem se ‘dar bem’.


Multitasking, o que é?

É a capacidade de fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo, ou seja, dividir a atenção entre as atividades que estão sendo realizadas. Uma pessoa que tem essa habilidade consegue produzir mais, em termos materiais, em menos tempo. Com certeza para um mundo que quer resultados o tempo inteiro, isso é extremamente valorizado. Temos aqui uma perspectiva positiva, materialmente falando.


Nosso modelo de sociedade produtiva foi conduzindo cada vez mais indivíduos a desenvolver a capacidade multitasking, afinal o sistema é cruel, quem não produz acaba engolido e esquecido, não consegue o emprego, a promoção ou salário desejado e assim por diante. Isso fez com que pessoas procurassem aprender sobre diversas coisas, e muitas vezes, ao mesmo tempo. Isso gera cada vez mais informação.

Mas lembremos de um fato: informação não é conhecimento, e também não é sabedoria.


Atenção já é algo bastante difícil para nós humanos, sempre perdidos entre nossas emoções, sentimentos e lembranças de experiências passadas e mesmo das que ainda estão por vir; e mais difícil ainda nos tempos de hoje. No entanto, para apreendermos algo novo precisamos de atenção, caso contrário aquilo que é observado não é retido. Ou seja, se você escuta ou lê algo, por exemplo, enquanto realiza outra atividade, a probabilidade de retenção do que se escuta ou lê se reduz drasticamente, e a informação se perde.


Para produção de conhecimento é necessário que a informação não só seja retida, mas processada, traduzindo, a informação precisa ser analisada e verificada, às vezes sob diferentes perspectivas, para que o entendimento ocorra. Quando você entende, experimenta algo, você conhece. E a sabedoria é o conhecimento posto em prática, na vida. Afinal, de nada adianta conhecer, se você não pratica ou aplica o que sabe, não é verdade? Soa conhecido? Um resuminho breve.


Portanto, voltemos aos esquecimentos…

Se estamos fazendo diversas coisas ao mesmo tempo, estudando diversos assuntos ao mesmo tempo, nossa atenção encontra-se altamente dividida, (isso sem incluir nossos sentimentos, emoções etc, que entram em jogo sem nós ‘escolhermos’) e, portanto, não estamos prestando atenção realmente a nada. E por isso ‘esquecemos’ a informação, na verdade ela se perde, pois sequer a retivemos.

Então, apesar desta não ser a única razão para todos os esquecimentos ou problemas de memória, é, sem dúvida, algo que intensifica qualquer tendência que possamos ter, e, definitivamente, é uma sobre a qual temos certo controle.


Assim deixo uma dica, quando estiver fazendo qualquer atividade, preste atenção, não faça outras coisas junto. Comece a exercitar-se desta forma, e você verá que vai esquecer bem menos, afinal de contas A MELHOR FORMA DE CAPTURAR MOMENTOS É PRESTANDO ATENÇÃO!


No processo educacional, que acontece de maneira bastante parecida, muita reprodução vem acontecendo e relativa baixa produção realmente nova, por quê?

Vou deixar para um outro momento pois o assunto é importante e extenso…


Beijinhos de Luz!

Tati



‘I’m more forgetful’; ‘My memory seems to be failing’; ‘I always forget things’…

These are sentences very much common, even more nowadays.

-

If we don’t pay ATTENTION, literally, it will get worse...

-

Some years ago, there was a lot being said about the multitasking capacity of an individual and of how people who have that could succeed.

-

Multitasking, what is it?

It’s the capacity of doing more than one thing at a time, i. e, dividing attention between the activities to be performed or done. A person that has that ability can produce more, in material terms, in less time. Certainly, in a world that wants results the whole time, this is extremely valued. We have here a positive perspective, materially speaking.


Our model of productive society has been leading more and more individuals to develop multitasking capacity, after all the system is cruel, who doesn’t produce ends up swallowed and forgotten, doesn’t get the intended job, promotion or salary, and so on. That led people to try to learn more about many things, and often, at the same time. This generates more and more information.

But let’s remember something: information is not knowledge, and it’s not wisdom as well.


Attention is already something very difficult for us human beings to have, since we get lost among our emotions, feelings and memories of past experiences and even of the ones that are yet to come, and even more difficult these days. Therefore, in order to learn something new we need attention, or that which is observed isn’t retained. That means, if you listen to or read something, for example, while doing some other activity, the retention of what is listened or read is likely to reduce drastically, and the information gets lost.


In order to produce knowledge, it’s necessary that the information isn’t only retained, but processed, meaning, the information needs to be analyzed and verified, sometimes under different perspectives, so that understanding occurs. When you understand, experience something, you know. And wisdom is the knowledge put into practice, in life. After all, it’s of no use to know something, if you don’t practice or apply it, isn’t it? Sounds familiar? Just a brief summary.


Let’s go back to forgetting...

If we are doing many things at the same time, studying lots of subjects at the same time, our attention is highly divided, (that, without including our feelings, emotions etc, that come into play without us ‘choosing’ it) and, therefore, we’re not really paying attention to anything. And that is why we forget the information, in fact it gets lost, since we’ve never actually acquired it.

So, even though this is not the only reason for all kinds of forgetfulness or memory issues, it is, no doubt, something that intensifies any tendencies we might have, and, definitely, it is one over which we have some control.


Thus, I leave a tip, when doing some activity, pay attention to it, don’t do other things together with it. Begin to train yourself this way, and you’ll see you will forget a lot less, after all, THE BEST WAY OF CAPTURING MOMENTS IS PAYING ATTENTION!


Little kisses of Light!

Tati

10 views0 comments

Recent Posts

See All