Search

Rotina é ruim? / Is Routine bad?

Você é daquelas pessoas que dizem não gostar de rotinas? Que rotinas aprisionam?


Eu compreendo... 😊

Vou mudar um pouquinho a pergunta, você controla o celular que está em suas mãos ou é ele que te controla?

Já já você vai entender onde eu quero chegar...

Embora a maioria de nós pense que rotina é algo ruim e que aprisiona, sufoca, saiba que rotina é algo fundamental para nos fornecer a segurança que tanto buscamos no dinheiro ou nos bens de consumo... ! Ficou chocado?! Precisamos de rotinas saudáveis para que nossos corpos e mentes funcionem de forma adequada e saudável. A rotina é como um aparelho, um instrumento que nos fortalece e habilita a fazermos o que precisamos fazer. Com corpo e mente bem alimentados, descansados, e cuidados, fica muito mais fácil fazer o que quer que seja de forma organizada. Corpo são permite tarefas físicas executadas de forma adequada e eficiente; Mente clara permite melhor aproveitamento do tempo, da vida, dos afetos.

Assim como o celular, quando bem utilizado ele ajuda a resolver muito do que podemos precisar fazer, se mal utilizado, torna-se um desperdiçador de tempo, e eu diria, de vida.


Isso significa que devemos ter a mesma rotina sempre? Óbvio que não! A gente cresce, nossos corpos e mentes se transformam, mudam, evoluem e por isso as rotinas se transformam. Rotinas se adaptam às nossas fases de vida, isso é saudável. Permanecer em qualquer tipo de estrutura enrijecida, adoece.

Pense em uma lagarta em seu casulo, quando chega o momento de mudar, ela rompe sua estrutura para se adaptar a outra - a de borboleta; o mesmo acontece conosco.


Rotinas que não se adaptam às nossas mudanças nos adoecem emocionalmente, mas rotinas que são revistas e adaptadas conscientemente quando necessárias, nos trazem segurança emocional para que possamos seguir em frente fazendo o que é necessário ser feito...


A grande sacada aqui é, mudar as perguntas... em vez de afirmamos: ‘não quero cair na rotina!’, ‘mudo toda hora porque detesto rotina!’. Talvez seja mais interessante perguntarmos: esse hábito que repito me faz bem? Me faz feliz? Por que eu desejo mudar?

Se sua resposta indicar que no período de vida em que você está, sua rotina te faz bem e feliz, que te faz ser sua melhor versão humana, por que mudar?! Só porque é rotina?!

Se a resposta for não... isso pode significar que o desconforto gerado indica que você cresceu e já não cabe, não se encaixa mais nesta rotina. Então, vá em frente, adapte, mude!


A gente precisa avaliar o significado que determinadas coisas tem na nossa vida em vez de comprar os conceitos construídos socialmente, como:

‘Rotina é algo ruim!’

A gente aceita e reproduz muita coisa sem se quer refletir sobre os impactos em nossas vidas!

Ser livre não é viver sem rotina, sem regras, em um mundo em que se faz o que quer!

É necessária muita disciplina, consciência e coerência para ser realmente livre!


Are you one of those people that say they don’t like routine? That routine imprisons us?


I understand... 😊

I’m going to change the question a little bit, do you control the cell phone that is in your hands or it controls you?

Very soon you’ll realize what my point is...


Although most of us think routine as something bad, which imprisons and suffocates us, know that routine is something fundamental to our sense of security which we all try to achieve through money and wealth...! Shocked?! We need healthy routines so our bodies and minds function in an adequate and healthy way. Routine is like a device, a tool that makes us stronger and skilled to do what we need to do. With body and mind well nourished, rested, and properly taken care of, it gets easier to do whatever we need in an organized way. A sane body allows physical tasks to be done in an adequate and efficient way; a clear Mind allows a better use of time, life and affections.

Just like the cell phone, when well used, it helps to solve whatever it is that we might need to do; if badly used it becomes a waster of time, of life, I dare to say.


Does that mean we should have the same routine ever? Of course not! We grow up, our bodies and minds transform, change, evolve and therefore routines also change. Routines are adapted to our fases of life, that’s healthy. Remain in any type of strict structure, makes us ill.

Think about a caterpillar in its cocoon, when it’s time to change, it breaks the structure to adapt itself in another one as a butterfly; it’s the same with us.


Routines that are not adapted to our changes make us emotionally ill, but the ones that are reviewed and adapted consciously when necessary, bring us emotional safety so we can move on doing whatever is necessary to be done...


The hint here is to change the questions...instead of simply say: ‘I don’t want to fall in a routine’, or ‘I change all the time ‘cause I hate routine’, maybe it would be more interesting to ask: Is this habit that I repeat, good for me? Does it make me happy? Why do I want to change it?

If your answer shows that in this right moment of your life, your routine makes you feel well and happy, makes you your best human version, why change?! Just because it’s routine?!

However, if the answer is no...that might mean that the discomfort generated indicates that you grew up and no longer fits into that routine anymore. So, move on, adapt, change!


We need to analyze the significance that certain things have in our lives instead of just buying socially constructed concepts, like:

‘Routines are something bad!’

We accept and reproduce lots of things without even thinking about the impacts in our lives!

To be free isn’t to live without a routine, or rules, or in a world where we can do whatever we want!

It takes a lot of discipline, awareness and coherence to really be free!

22 views

​© 2018 Semeia Vida by Tatiana Lopes.