Search

Silencie e escute…/ Silence and listen…


No texto anterior eu falei sobre barulho, sobre quanto barulho há hoje em dia, e por conta de todo este ruído, falei um pouquinho sobre a necessidade do silêncio…


Então, vocês já repararam que com as mídias sociais houve uma explosão de informação?

Somos bombardeados com informações o tempo todo! Não estou querendo julgar aqui se o conteúdo dessas informações é bom ou ruim, mas fato é que elas são repassadas e espalhadas sem o menor cuidado e critério a todo instante…é… são repassadas sem análise crítica, análise emocional, ou mesmo uma pesquisa básica para saber se a informação procede ou não…


O resultado? Todo mundo querendo dar suas opiniões sobre tudo!

Nada contra, absolutamente!

Que fique bem claro, acho ótimo que as pessoas tenham meios de comunicação para expressar-se livre e democraticamente, mas a questão é:


- Todo mundo quer falar, mas parece que ninguém quer ouvir…

- Todo mundo querendo provar que está certo, mas falta humildade para escutar o ponto de vista do outro…


Aí, o que acontece?

Aquele ruído ensurdecedor em que ninguém se entende… aliás, não poderia ser diferente.


Se começamos a praticar o silêncio, como consequência a gente começa a:


10- Praticar a Escuta


Já observou bebês ao nascer e em seu desenvolvimento até começar a falar as primeiras palavras e depois as primeiras frases?

Percebeu quanto tempo eles levam para isso? Falar?


É, eles escutam muito, por um longo tempo, porque é assim que funciona, a gente aprende quando escuta. E não somente quando escutamos o outro, mas também ao nos escutarmos (‘inclusive mentalmente’), daí o silêncio ser tão fundamental. É o silêncio que ‘sustenta’ o espaço para reflexão, para o aprendizado.

Se todo mundo fala e ninguém escuta, ninguém aprende nada novo, e ficamos naquela mera ‘função papagaio’, repetindo os mesmos discursos e pagando de bonitx!


Agora pensemos, o que podemos alcançar com a escuta?


- O outro se sente querido, ouvido, e por se sentir olhado não tem a necessidade de falar ou gritar mais alto para se fazer ouvir;

- Por sentir-se ouvido, o outro poderá, com maior probabilidade, dar-lhe a possibilidade de também falar e ser ouvido;

- Quem escuta aprende algo novo (sobre o outro, sobre si mesmo e até alguma informação útil);

- Há possibilidade de melhora no relacionamento, independente do tipo de relação.


É uma ideia para se pensar, e melhor ainda se puder ser colocada em prática. Rubem Alves dizia algo que adoro e por isso vou parafraseá-lo: tivemos séculos de oratória, está na hora de começarmos a aprender a arte da escutatória…


Vamos??


Beijinhos de Luz! ;-)


When you talk, you are only repeating what you already know. But when you listen, you might learn something new. / Quando você fala, está somente repetindo o que já sabe. Mas quando você escuta, você pode aprender algo novo. (Dalai Lama)


On the previous text I was talking about noise, about how much noise we have nowadays, and because of all that noise, I talked a little bit about the need of being silent…


So, have you noticed that with social media we had an information ‘explosion’?

We are bombarded with information all the time! I don’t want to judge if the information contents are good or bad, but the fact is that they are being reposted and spread at every moment without any care nor criteria… yeah… they are being reposted without critical and emotional analysis, and sometimes not even a basic research is made to check if the information is true…


The result? Everybody wants to give their opinions about everything!

Nothing against it, absolutely! Making myself clear enough here, I think it’s great that people have means of communication to express themselves freely and democratically, but the point is:


- Everyone wants to speak, but it seems that no one wants to listen…

- Everybody wants to prove they are right, but there’s a lack of humility to listen to the other’s point of view…


You know what happens, then?

That deafening noise when no one understands each other… it couldn’t be different by the way.


If we start practicing silence, as a consequence we’d start to:


10- Practice Listening


Have you ever noticed babies, when they are born and their development until they start saying their first words and then their first sentences?

Have you noticed how long they take to do that? To Speak?


Yeah, they listen, a lot, for a long time, because it’s how it works, we learn when we listen. And not only when we listen to others, but when we listen to ourselves (mentally too), that’s why silence is so fundamental. It is the silence that holds space for reflection, for learning.

If everybody talks and no one listens, no one learns anything new, and we stay in that same old ‘parrot function’, repeating the same speeches while thinking we’re awesome!


Now let’s think, what can we achieve with listening?


- The other feels heard, and because the person feels looked at he/she doesn’t have the need to speak or yell louder to make himself heard;

- By feeling heard, the other might, with a higher probability, give you space to speak and be heard;

- The one who listens, learns something new (about the other person, about oneself and even some useful information);

- There’s the possibility of developing a better relationship as well, it doesn’t matter what kind it is.


It’s just an idea to think of, and even better if it could be put into practice. Rubem Alves, a Brazilian writer, used to say something I really like and that’s why I’m paraphrasing it: we’ve had centuries of oratory, it’s time to start learning the art of ‘listentory’…


Shall we??


Little kisses of Light! ;-)

80 views

​© 2018 Semeia Vida by Tatiana Lopes.